Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon
  
  
Descrição
AAção ordinária
Título que representa a menor parcela do capital social de uma sociedade anônima e que confere a seu titular o direito de voto em assembleia.
AACL
Ambiente de Contratação Livre. Segmento de mercado relativo à compra de energia elétrica por agentes não-regulados, tais como os Consumidores Livres e comercializadores de energia elétrica.
AACR
Ambiente de Contratação Regulado. Segmento de mercado relativo à compra, mediante licitações, pelas empresas de distribuição.
AADR
American Depositary Receipt. Recibo de ações de companhia fora dos Estados Unidos, emitido por um banco e custodiado em banco norte-americano, pelo qual emitentes de títulos cotados em outros países atendem às normas e regulamentos norte-americanos de registro de títulos, o que facilita o recebimento de dividendos por investidores dos Estados Unidos.
AAGE
Assembleia Geral Extraordinária. Reunião dos acionistas de uma companhia para discutir e deliberar sobre assuntos de interesse social, exceto os pertinentes à AGO.
AAGO
Assembleia Geral Ordinária. Reunião anual de acionistas de uma companhia para tomada de contas dos administradores, exame e votação das demonstrações financeiras, destinação dos lucros, distribuição de dividendos e eleição de administradores e do Conselho Fiscal.
AAneel
Agência Nacional de Energia Elétrica. Entidade vinculada ao MME que regula e fiscaliza as atividades de geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia.
ABNDESPAR
BNDES Participações S.A. Sociedade por ações criada para administrar as participações em empresas detidas pelo BNDES.
AAção ordinária
Título que representa a menor parcela do capital social de uma sociedade anônima e que confere a seu titular o direito de voto em assembleia.
AAneel
Agência Nacional de Energia Elétrica. Entidade vinculada ao MME que regula e fiscaliza as atividades de geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia.
ABNDESPAR
BNDES Participações S.A. Sociedade por ações criada para administrar as participações em empresas detidas pelo BNDES.
AACL
Ambiente de Contratação Livre. Segmento de mercado relativo à compra de energia elétrica por agentes não-regulados, tais como os Consumidores Livres e comercializadores de energia elétrica.
AACR
Ambiente de Contratação Regulado. Segmento de mercado relativo à compra, mediante licitações, pelas empresas de distribuição.
AADR
American Depositary Receipt. Recibo de ações de companhia fora dos Estados Unidos, emitido por um banco e custodiado em banco norte-americano, pelo qual emitentes de títulos cotados em outros países atendem às normas e regulamentos norte-americanos de registro de títulos, o que facilita o recebimento de dividendos por investidores dos Estados Unidos.
AAGE
Assembleia Geral Extraordinária. Reunião dos acionistas de uma companhia para discutir e deliberar sobre assuntos de interesse social, exceto os pertinentes à AGO.
AAGO
Assembleia Geral Ordinária. Reunião anual de acionistas de uma companhia para tomada de contas dos administradores, exame e votação das demonstrações financeiras, destinação dos lucros, distribuição de dividendos e eleição de administradores e do Conselho Fiscal.
BBACEN
Banco Central do Brasil. Entidade vinculada ao Ministério da Fazenda do Brasil que emite moeda, executa serviços de meio circulante, recebe recolhimentos compulsórios dos bancos comerciais e controla o fluxo de capitais estrangeiros.
BBM&FBOVESPA
Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros, de São Paulo. É a segunda maior bolsa de valores do mundo em valor de mercado.
BBNDES
Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social S.A. Empresa pública federal sediada no Rio de Janeiro cuja finalidade é o financiamento de longo prazo para investimentos sociais, regionais e ambientais.
BBACEN
Banco Central do Brasil. Entidade vinculada ao Ministério da Fazenda do Brasil que emite moeda, executa serviços de meio circulante, recebe recolhimentos compulsórios dos bancos comerciais e controla o fluxo de capitais estrangeiros.
BBM&FBOVESPA
Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros, de São Paulo. É a segunda maior bolsa de valores do mundo em valor de mercado.
BBNDES
Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social S.A. Empresa pública federal sediada no Rio de Janeiro cuja finalidade é o financiamento de longo prazo para investimentos sociais, regionais e ambientais.
CCCC
Conta Consumo de Combustíveis Fósseis. Conta criada para cobrir custos da utilização de combustíveis fósseis (óleo diesel e carvão) usados na geração termelétrica em áreas não atendidas pelo serviço de eletrificação.
CCCEE
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica. Entidade que viabiliza as atividades de compra e venda de energia em todo o País.
CCDE
Conta de Desenvolvimento Energético. Fonte de subsídio criada para tornar competitivas fontes alternativas de energia e promover a universalização dos serviços de energia elétrica. Durará até 2023 e é considerada sucessora da CCC.
CCVA
Conta de Compensação de Variação de Valores de Itens da Parcela A. Mecanismo criado em outubro de 2001 para compensação das variações de valores de itens dos custos não gerenciáveis (Parcela A) ocorridas entre reajustes tarifários anuais das distribuidoras de energia. Na data do reajuste anual, se a CVA estiver negativa, há repasse para tarifa. Se a conta estiver positiva, o saldo é usado para abater o reajuste anual das tarifas.
CCVM
Comissão de Valores Mobiliários. Entidade vinculada ao Ministério da Fazenda do Brasil que disciplina, normaliza e fiscaliza todas as matérias referentes ao mercado de valores mobiliários e seus agentes.
CCCC
Conta Consumo de Combustíveis Fósseis. Conta criada para cobrir custos da utilização de combustíveis fósseis (óleo diesel e carvão) usados na geração termelétrica em áreas não atendidas pelo serviço de eletrificação.
CCCEE
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica. Entidade que viabiliza as atividades de compra e venda de energia em todo o País.
CCDE
Conta de Desenvolvimento Energético. Fonte de subsídio criada para tornar competitivas fontes alternativas de energia e promover a universalização dos serviços de energia elétrica. Durará até 2023 e é considerada sucessora da CCC.
1 - 30Próxima